Archive | September, 2010

O futuro dos livros – inovação quando se trata de literatura e tecnologia

22 Sep

Conversando com o professor Pécora sobre literatura, internet e tecnologia, foi interessante uma colocação dele: ainda não se tem nada muito novo sendo criado para os novos meios. Apenas ‘portamos’ o que já criamos para o papel para novos dispositivos – troca-se o suporte, mas o processo criativo e o ‘resultado final’ são praticamente os mesmos.

No entanto, provavelmente ainda estamos na ‘infância’ do melhor uso das tecnologias e da internet para inovar no campo literários – esse vídeo mostra três diferentes conceitos para o ‘futuro’ dos livros, entre eles o conceito ‘Alice’ de livros interativos.

Confira o vídeo na sequência.

The Future of the Book. from IDEO on Vimeo.

via Brainstorm #9.

Advertisements

Um jeito mais fácil para acompanhar as suas anotações

20 Sep

Marca-texto, post-it, caneta, lápis e lá está você com calhamações de papéis, xerox, livros e anotações empilhadas para o seu texto/pesquisa/monografia/tcc. Boa, filhão. Você foi lá, anotou tudo, leu tudo, e vai ter que caçar TUDO DE NOVO na hora de escrever seu texto. Chato, não?

Pois é, eu também pensei que seria chato demais. E pior: gerenciar papelada é muito mais difícil que encontrar um arquivo no PC. Numa tentativa arriscada de me livrar de tanto incômodo, tirei uma tarde para um serviço de ‘book fotográfico’ com minhas anotações – espalhei tudo no chão da sala e fui fotografando as páginas, identificando cada folha com um post-it de cor escalafobética diferente. Não usei nenhum equipamento profissional ou semi-profissional, foi só a câmera do celular, que tem uma resolução razoável para texto e foca direitinho. Click dali, click daqui, cola post-it, tira post-it. Meio chato, mas tenho que admitir: ficar indo e voltando nas minhas anotações hoje é coisa de apertar a setinha da esquerda ou da direita no teclado. Na boa, IMENSAMENTE mais fácil.

*Fica a dica de manter a coerência na cor dos post-its por título anotado. Fica mais fácil achar quando você sabe que todos os textos do Canclini, por exemplo, estão com essa coisinha rosa-pálido colada. Se você não tem esses post-its brega como eu, pode usar a imaginação: letras em tamanhos garrafais, canetinhas coloridas ou, sei lá, algum símbolo diferenciado por título.